Automação, como a própria etimologia da palavra mostra, se refere a movimentar algo. Nesse caso, movimentar um sistema automático que garante seu próprio funcionamento, sem a necessidade de interferência do homem.

Durante um processo de automação, um sistema é utilizado para controlar máquinas e realizar processos através de dispositivos eletrônicos, como computadores, por exemplo.

Um dos principais pontos em questão de automatizar serviços, é que a mão de obra humana se torna quase que dispensável, já que é possível realizar tarefas de extrema dificuldade em tempo menor do que o habitual e com custo reduzido.

 

O que é a automação industrial?

O que é a automação industrial e quais os benefícios? - seladora embalagens embaladora automatica Inopick código de barras automação Inobag

Basicamente, a automação industrial é o processo de substituir o trabalho humano pelo uso de softwares e maquinários eletromecânicos nas indústrias.

O setor vem crescendo ano após ano, em um ritmo bastante acelerado, e toda e qualquer oportunidade de otimizar o processo de produção pode significar um aumento bastante considerável nos lucros.

Aliás, é exatamente o lucro que desperta um maior interesse da indústria pelo setor da automação.

Isso ocorre porque as máquinas operam em ritmo acelerado, durante horas a fio, programadas muitas vezes para realizar trabalhos minuciosos em tempo recorde e por valores muito menores, em termos de manutenção, do que seria investido em um trabalhador com carteira assinada.

 

Quais os benefícios que a automação traz para a indústria?

Claro que, como já falamos antes, a eficiência nos processos é um dos principais benefícios relacionados à automação. Mas também existem outras vantagens:

1. Segurança

Dificilmente, uma máquina causará um erro tão grave a ponto de colocar em risco a vida das pessoas. No trabalho humano, isso pode acontecer com maior facilidade, resultando em acidentes envolvendo o próprio trabalhador responsável, bem como seus colegas.

2. Controle

Esse item diz respeito à manutenção dos sistemas utilizados. Aqui, se enquadra não somente a utilização de softwares para a programação e manutenção dos sistemas operacionais, como também os programas utilizados para gerenciar dados.

3. Qualidade

Além de a produção ser automatizada, é possível fazer o mesmo com as fases de teste dos produtos. Assim, é possível garantir com maior autoridade que tudo será entregue como esperado e com padrão alto de qualidade.

4. Operacional

Nesse caso, falamos de como cada sistema é capaz de ser ligado a outro para a operação das máquinas. Compressores, válvulas, sensores, entre outras partes, são operados de forma conjunta para oferecer uma conversação que resulte em uma máxima qualidade final.

5. Custos

Além da automação simplificar todo o processo industrial, a economia desse setor pode vir da redução na necessidade de trabalhadores humanos e na economia com energia, gerada através do uso de máquinas em tempo estipulado previamente.

6. Competitividade

Proporcionar agilidade e rapidez na entrega de produtos, além da redução nos valores dos mesmos, por conta da utilização de maquinários, pode se tornar um diferencial de muitas empresas que aderem à automação industrial.

Com a concorrência cada vez mais aflorada em diversos setores, todo pequeno detalhe e cada centavo de desconto nos produtos pode significar um aumento considerável nas vendas e nos fechamentos de contratos.

7. Precisão

Com a utilização de softwares de Inteligência Artificial, é possível garantir produtos de maior qualidade e fabricação em tempo reduzido.

Com um programa de IA, é possível também realizar o cálculo de tempo necessário para a entrega de produtos e realização de serviços, evitando atrasos ou adiantando o que, utilizando a mão de obra humana, levaria muito mais tempo para ser realizado.

8. Monitoramento

Não há, nesse caso, a necessidade de um operador estar dentro da empresa para comandar as máquinas. Através do monitoramento remoto, os profissionais responsáveis podem garantir, de qualquer lugar, que o maquinário opere da maneira prevista.

 

Para cada setor, uma aplicação diferente

Cada setor industrial pede aplicações específicas vindas da automação. Na indústria química, por exemplo, o uso é mais focado em garantir controle de pH, dosagem de produtos e no tratamento de efluentes em estações próprias para tal.

Já no caso da indústria de papel e celulose, podemos destacar o corte de embalagens com maior precisão e o descascamento e corte de madeira.

No setor automobilístico, a automação opera principalmente no que diz respeito a maquinários de solda, processos que envolvem pintura e na moldagem de chapas, para que fiquem no formato desejado para a utilização de montagem de veículos.

Outro setor que possui um vasto campo para a aplicação dos processos é o de embalagens. Nesse caso, é utilizada a automação para ensacar, embalar e agrupar produtos.

 

Qual a importância da automação no setor de embalagens?

Possuir um sistema que agilize os processos de produção é de suma importância para o faturamento da empresa. No caso do setor de embalagens, isso pode significar mais do que uma maior lucratividade. Pode demonstrar o grau de profissionalismo envolvido.

É preciso lembrar que a embalagem está à frente do produto, podendo ser, muitas vezes, o principal chamariz da marca. Entre os principais pontos que podemos salientar a respeito da importância de fornecer embalagens de qualidade, podemos citar:

  • Proporcionam identidade à marca;
  • Diferenciam o seu produto dos de seus concorrentes;
  • Fortalecem o elo entre empresa e consumidor.

Ou seja, a embalagem é um verdadeiro cartão de visitas que pode facilitar o marketing de seus produtos, demonstrando os valores da empresa associados à qualidade oferecida.

Automatizar a produção de embalagens lhe permite também personalizar as máquinas utilizadas no processo, garantindo que elas trabalhem de acordo com as necessidades especificadas, entre elas:

  • Tamanho das embalagens;
  • Espessura;
  • Quantidade;
  • Fechamento.

O processo de automatização de embalagens pode ser utilizado em qualquer tamanho de produto e com as mais variáveis especificações, como por exemplo, no uso de saquinhos plásticos para embalar produtos sólidos.

 

Para cada processo existe uma solução

Dois termos muito utilizados no processo de automação de embalagens são packing e picking, ou seja, embalar e separar.

Picking

Por demandar muita mão de obra, a automatização desse processo pode garantir uma redução de custos de até 40%. Isso porque é nessa etapa que os pedidos de cada cliente são separados e seguem para as etapas seguintes. A automação, nesse caso, garante qualidade, eficiência e agilidade.

Packing

Automatizar esse processo pode fornecer uma produção até cinco vezes mais rápida do que a manual. Além de favorecer a velocidade na produção, investir nessa solução é garantia de diminuição de custos e qualidade.

 

É de extrema importância para qualquer empresa que vise cumprir prazos de entrega e manter a qualidade do produto oferecido, investir nessas etapas. Assim, é possível conquistar a confiança e fidelidade de seus clientes.

 

Quer saber mais como a automação Industrial pode servir ao seu negócio e assim melhorar a sua produção, fazendo sua empresa prosperar? Então fale agora mesmo com um consultor e tire as suas dúvidas.