Qual a embaladora correta para o seu processo? - seladora embalagens embaladora automatica Inopick código de barras automação Inobag

A diferença de uma embaladora para outra não é simplesmente a produtividade, existem vários modelos de máquina no mercado e vamos explorar seus perfis e quais pontos devem ser levados em conta para definir a melhor para o seu processo.

O objetivo desse post é abrir a discussão e mostrar que não existe uma solução ideal. Existem várias soluções bem sucedidas e saber exatamente o que é mais importante para sua empresa é o início de toda escolha.

Modelos de embaladora

  • Máquinas Horizontais (Flowpack)

    Mais conhecida como “Flowpack”, é uma máquina automática em que a embalagem é formada ao mesmo tempo que o produto é embalado. Processo contínuo onde o equipamento recebe o produto sobre o filme, dobrando e selando longitudinalmente na forma de tubo.

Vantagens

– Alta velocidade
– Baixo custo
– Boa ergonomia

Desvantagens

– Difícil calibração
– Baixa flexibilidade
– Limitação de produtos

  • Embaladoras Verticais

    Embaladora muito similar à máquina horizontal, a diferença está no sentido em que o produto é inserido na embalagem, nesse caso na vertical. Pode ter 3 ou 4 soldas dependendo do tipo do equipamento.

Vantagens

– Alta velocidade
– Baixo Custo
– Variedade de modelos e fabricantes

Desvantagens

– Ergonomia
– Baixa flexibilidade
– Limitação de produtos

  • Embalagens Pré Confeccionadas

    Sistema que trabalha com rolos de materiais com embalagens pré-confeccionadas em tubo, utiliza uma máquina para selar e imprimir as informações variáveis (código de barra, descrição produto, etc). A alimentação do produto pode ser feita de forma automática ou manual, dependendo do perfil das peças e nível de automação desejado.

Vantagens

– Alta flexibilidade
– Boa ergonomia
– Variedade de dimensões de embalagens

Desvantagens

– Produtividade intermediária
– Custo da embalagem

  • Seladoras Manuais

    Processo manual com seladora comum, nessa operação a pessoa faz todo o processo manual: seleção da embalagem, impressão da etiqueta, inserção do produto na embalagem, selagem e etiquetagem. Devido a produtividade, existem empresas que criam múltiplos postos de trabalho com uma seladora em cada bancada.

Vantagens

– Alta flexibilidade
– Baixo custo de embalagem
– Baixo investimento inicial

Desvantagens

– Baixa produtividade
– Custo alto de mão de obra
– Baixa cadência

Principais variáveis

Capacidade Produtiva

Tempo de operação ou taxa de utilização, embalagens por hora ou minuto.

Exemplo:

Processo manual: 100 embalagens/hora
Máquinas horizontais: Até 6.000 embalagens/hora

Quantidade de SKU (Stock keeping unit)
O que é? →

Quantidade de itens de estoque diferentes a serem embalados nessa linha/operação.

Exemplo:

Quantidade baixa: 15 itens diferentes
Alta quantidade: + 3.000 itens

Tamanho dos Lotes

Quantidade de um SKU que é enviado ao processo de embalagem.

Exemplo:

Até 10 peças processo manual
Acima de 50 peças, soluções semi-automáticas
Acima de 5.000 itens, o melhor é automatizar

Sazonalidade

Variação da demanda dos produtos ao decorrer dos meses/anos.

Observação:

Variações de 15% são aceitas com naturalidade em um processo, ao passo que variações de 50% ou mais precisam de sistemas automáticos afim de evitar problemas de fornecimento.

Flexibilidade operacional

Capacidade de alterar o processo para atender novas demandas de pedidos, embalagens e produtos.

Exemplo:

Empresas que necessitam alterar constantemente seus produtos e embalagens, precisam de processos flexíveis que permitam se ajustar com facilidade.

Criticidade do processo

Relação de quão crítico é o setor de embalagem para a empresa.

Observação:

Quanto maior for a capacidade produtiva e a ociosidade do processo, maior será sua segurança, contudo o custo operacional também será maior.

Custo do processo

Deve ser analisado o Investimento inicial, custo das embalagens, custo da mão-de-obra, e o índice de desperdício da operação.

Observação:

Não é possível comparar o custo do processo na tabela abaixo, pois está muito relacionado ao volume e as particularidades de cada cliente, por isso avaliamos apenas o investimento inicial.

Flowpack

Embaladora Vertical

Embalagens pré
confeccionadas

Processo Manual

Capacidade Produtividade

✓ ✓

✓ ✓

Qtde SKU’s

✓ ✓

Tamanho dos lotes
(de 50 a 500 itens)

✓ ✓

Sazonalidade

✓ ✓

✓ ✓

Flexibilidade operacional

✕ ✕

✕ ✕

✓ ✓

Criticidade do processo

✓ ✓

✓ ✓

Investimento inicial

✕ 

✕ ✕

✓ ✓

Qual a embaladora correta para o seu processo? - seladora embalagens embaladora automatica Inopick código de barras automação Inobag

Não existe uma máquina ou solução ideal,

A melhor forma de saber é avaliando o que é mais importante ao seu processo e então comparando as alternativas. 

Temos um teste com 10 questões simples para  auxiliar na análise da sua operação.

Posts mais recentes

Onde os robôs estão sendo usados nas indústrias

Os robôs têm sido nos últimos anos um fator importante de automação e atraído cada vez atenção em feiras e eventos do setor industrial. Além disso, também são considerados o ícone da quarta revolução industrial, são muito eficazes e a cada dia é mais comum...

Como a embalagem pode aumentar seu lucro

A embalagem ajuda no aumento das vendas e dos lucro Uma das principais fontes de atração do cliente para um produto é através do design da embalagem em uma concepção geral. Se uma embalagem se sobressai dentre outros produtos, ela irá definitivamente atrai a atenção....