Saiba como calcular o lucro de um produto e entenda a margem

como calcular preço de produto
Por Thiago Schoba
17/02/22

Uma das dúvidas que a maioria das pessoas que trabalham com vendas de um produto é saber como calcular o preço real e justo de um item que você deseja comercializar.

Como você deve imaginar, o preço final de um produto passa por diversas considerações e cálculos, principalmente associados ao lucro de um negócio. Por isso, entender a margem de lucro é essencial para saber como fazer esse cálculo.

Considerando esses aspectos, nesse artigo vamos ensinar como calcular o preço de um produto a partir da margem de lucro e a sua importância nesse processo.

O que é margem de lucro?

O valor de um produto sempre está relacionado ao preço de mercado e o valor dos seus custos e despesas que a empresa tem com a produção direta e indireta envolvida. Por isso, é impossível falar de preço de produto sem falar da margem de lucro.

Por isso, é essencial entender o conceito de margem de lucro. A margem de lucro diz respeito a parte da receita que sobra após a dedução de todos os custos.

Ela significa o quanto a empresa vai lucrar com a venda de um produto. Por essa razão, ela se relaciona diretamente com a saúde de um negócio e seu crescimento sustentável, acompanhar isso pode melhorar a produtividade.

A margem de lucro é um dos fatores mais importantes dentro pois ela serve para definir o preço final de um produto. Dessa forma, a depender da situação, uma baixa margem de lucro pode ser um alerta para um negócio em relação ao valor que ele está cobrando.

Margem de lucro e lucro: entenda a diferença

Embora esteja muito relacionada com o lucro, a margem de lucro não é traduzida como o lucro em si. O lucro, na verdade, corresponde a receita de uma venda ao reduzir as deduções, despesas, custos e tributos federais.

A margem de lucro, diferente do primeiro caso, é a porcentagem somada aos custos totais do produto. Dessa forma, com ela se torna possível definir o preço final de um produto com a porcentagem de lucro sob a venda.

De maneira prática, a margem de lucro corresponde a capacidade de geração de fluxo de caixa da empresa. Por isso, a margem de lucro costuma ser mais relevante que o próprio lucro em si.

O lucro, ainda, se divide em lucro bruto, que diz respeito a receitas totais subtraídos  os custos, já o lucro líquido corresponde a receitas totais deduzidos os custos diretos e as despesas indiretas envolvidas.

Outros conceitos importantes dentro da margem de lucros são a margem bruta, a margem líquida e margem de contribuição, que estão atreladas aos conceitos acima.. A seguir, vamos explicar o que cada um significa dentro do cálculo do preço de um produto.

Margem bruta

A margem bruta corresponde a uma margem mais simples do lucro que se tem com as vendas de um produto.  A margem bruta leva em conta apenas os custos para a produção de uma mercadoria.

A margem bruta define, portanto, a rentabilidade do seu negócio e indica o ROI (Retorno sobre Investimento) de uma operação após reduzir as despesas de produção.

Elementos como mão de obra, armazenamento e transporte não fazem parte dessa margem. No entanto, a margem bruta é importante para que você consiga precificar corretamente seus produtos e serviços.

Margem líquida

margem líquida produto

A margem de lucro líquida, por outro lado, diz respeito à rentabilidade real das vendas de um produto dentro de uma empresa.

Ou seja, a margem de lucro líquida leva em conta todas as despesas necessárias para a produção da mercadoria ou os custos envolvidos de maneira indireta. Quando nos referimos a margem de lucro de um produto, geralmente está associada a líquida.

Margem de contribuição

Por fim, a  margem de contribuição leva em conta os custos de produção direta e indireta, bem como as despesas variáveis relativas à venda para que assim se possa chegar em um valor final.

Isso é importante no caso de haver comissão sobre as vendas, pois será preciso levar em conta o valor da comissão de cada vendedor para chegar a um valor final.

O que é mark-up?

o que mark up

O mark-up é um método que usa para saber o preço de venda de um produto baseado no custo que ele tem. Dessa forma, o mark-up vai levar em conta o lucro como uma margem contida dentro do custo do produto.

Ele serve, na prática, para indicar quanto do preço do produto está acima do seu custo de produção.

No entanto, como não considera todas as despesas envolvidas, esse índice não deve ser usado de maneira individual para saber o preço final de um bem. Ele serve como um fator a ser considerado enquanto um ponto de partida.

A melhor forma de calcular a margem de lucro e assim determinar o preço de um produto é contar com o cálculo de margem líquida, portanto.

Como calcular a margem de lucro

O cálculo geral para a margem de lucro é o lucro dividido por receita e depois multiplicado por 100. No entanto, o cálculo da margem bruta, da margem líquida e da margem de contribuição também são importantes de se conhecer. São elas:

  • Margem bruta = lucro bruto / receita total x 100, ou seja, a porcentagem de lucro bruto que será adquirida com a venda do produto, não considerando as despesas indiretas;
  • Margem líquida = lucro líquido / receita total x 100, isto é, a porcentagem real de lucro a partir da venda do produto, considerando também as despesas indiretas envolvidas
  • Margem de contribuição = preço  de venda – custos e despesas variáveis relativas à venda.

Para definir o preço de um produto, no entanto, as considerações vão além da margem de lucro.

É preciso analisar os micro e macro ambientes em que o negócio se insere, o quanto foi investido pela empresa, qual é o preço cobrado pela concorrência e o quanto se espera de remuneração pelo valor investido.

Como saber se sua margem de lucro é boa?

A questão da margem de lucro ideal é relativa para cada negócio e os seus objetivos. Dessa forma, o que pode ser uma boa margem de lucro para algumas empresas, pode não ser viável para outras.

Uma empresa pode precisar diminuir sua margem caso esteja passando por um mau período e precisar aumentar a competitividade, por exemplo. No geral a margem de  lucro esperado para cada setor costuma ser:

  • Comércio: de 10% a 20%;
  • Serviços: de 30% a 20%;
  • Indústria: de 7% a 12%.

Conclusão

Para definir o preço adequado de venda de um produto, você precisa analisar o equilíbrio entre o preço de mercado e o valor dos seus custos e despesas totais. Considerando isso, a margem de lucro é um componente muito relevante para definir o valor final.

Com o cálculo da margem de lucro, você pode identificar quanto realmente sobra do preço cobrado pelo produto que você vende e, assim, você consegue entender o impacto que ele tem.

Ter um produto com um valor bem alinhado ao mercado deixa você em vantagem competitiva e com mais chances de converter em vendas!

Postagens relacionadas