Custos de Mão de Obra: Como funciona, Cálculo e Como otimizar

como calcular custo de mao de obra
Por Thiago Schoba
23/07/19

Todo mundo sabe que um trabalho possui um custo de mão de obra. Mas você já parou para pensar como é possível otimizá-lo?

A mão de obra se refere aos gastos com funcionários. São eles que transformam, através dela, sua força em uma matéria prima de maneira direta ou indireta.

Por isso, nesse artigo você vai entender como calcular a mão de obra e como você pode otimizar esse serviço. Boa leitura!

O que é mão de obra direta e indireta?

A mão de obra direta (MOD) é aquele trabalho que os funcionários executam dentro do processo de fabricação de um produto, ou seja, da linha de produção.

A mão de obra direta e a contabilidade de custos dizem respeito aos valores destinados para pagar esses profissionais responsáveis pelo que a empresa faz.

A mão de obra indireta (MOI), por outro lado, diz respeito às atividades de supervisão e apoio a essa produção direta. 

Ela pode não ter um efeito direto sobre o serviço, como sugere o nome, mas é fundamental para a fabricação e comercialização daquele bem ou serviço.

O que faz parte do custo de mão de obra?

Tanto a mão de obra direta como a mão de obra indireta possuem um custo.de obra. Fazem parte do curso de mão de obra indireta e direta o valor contratual daquele serviço, além dos encargos sociais.

Ou seja, esse custo envolve os direitos e benefícios trabalhistas daquele empregado para oferecer seu serviço.

Quais são os encargos sociais da mão de obra?

Em primeiro lugar, vale explicar o que são encargos sociais. Encargos sociais são os custos incidentes sobre a folha de pagamentos de salários.

Eles são oriundos da CLT, e estão previstos na Constituição Federal de 1988, em leis específicas e nas Convenções Coletivas de Trabalho. 

Além disso, o custo de mão-de-obra e encargos sociais estão bastante ligados. Isso acontece porque o segundo interfere no valor final do primeiro. É preciso levar em conta alguns encargos sociais como, por exemplo:

  • Previdência Social;
  • Imposto de Renda;
  • FGTS.

Previdência Social

O órgão federal responsável por administrar aposentadoria, pensões e auxílio-doença é o Instituto Nacional do Seguro Social, mais conhecido como INSS

O INSS é um gasto mensal que se desconta da folha de pagamento, de acordo com a faixa salarial.

Imposto de Renda

Todos os trabalhadores que recebem renda precisam pagar o Imposto de Renda. Contudo, a alíquota depende sempre da faixa salarial.

Caso seja um trabalho sob o regime de CLT, é função do empregador fazer o desconto mensal e o repasse ao governo federal.

FGTS

Por fim, o FGTS, ou Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, é uma poupança feita para o funcionário em virtude de situações como demissão sem justa causa e doenças de longo prazo.

Sendo assim, é responsabilidade da empresa e faz parte da mão de obra direta como custo ou despesa fixa de 8% da remuneração, sem descontar do empregado, assim como parte da mão de obra indireta também.

Como calcular o custo da mão de obra?

custo de mão de obra calculo

Para calcular esse valor, é preciso ter uma planilha de custo de mão de obra que elenque todos os gastos envolvidos.

A melhor forma de calcular o custo hora da mão-de-obra é somar os custos anuais tidos com aquela categoria e dividir pelo número de horas trabalhadas por ano.

Exemplo do cálculo de mão de obra do setor de embalagem

A mão de obra representa grande parte do custo total do processo, e é possível calcular o quanto esta representa por cada embalagem. Uma estimativa do valor médio de mão de obra para embalagens simples e processos manuais pode ser por volta de R$ 0,12 , multiplicando esse valor pela quantidade de produtos que sua empresa embala no ano você obtém um valor impressionante.

Para efeito de cálculo, vamos levantar os valores médios de cada um dos fatores que compõe esse estudo:

  • Salário
    Remuneração paga ao colaborador.
    Para chegar ao resultado de 12 centavos por embalagem vamos usar o salário de R$ 1.250,00 no cálculo.

Dados

Usamos como base as informações do Trabalha Brasil para Auxiliar de Logística e Almoxarifado.

  • Custo do trabalhador
    O custo de um funcionário não é apenas o salário mensal, ele pode ser até 3 vezes maior que o salário pago. Isso varia conforme o sindicato da classe, regime de apuração da empresa e o ramo de atividade.

    No nosso cálculo multiplicamos o salário por 2, considerando que esse deve ser o cenário mais próximo das indústrias em geral.

Dados

Existe um estudo da FGV sobre esse tema, estudo Custo do trabalho no Brasil.

  • Produtividade
    Quantidade média de embalagens que uma pessoa processa por hora.
    De acordo com nossa experiência no ramo, a média das empresas brasileiras é de 150/h sendo no máximo 300/h.

Dados

Existe um artigo no site oee.com.br,” Como calcular o OEE?“, que explica de uma forma muito simples como calcular a produtividade.

  • Horas trabalhadas
    Nesse item utilizamos a quantidade de horas trabalhadas, 170 horas/mês, pois a quantidade de horas trabalhadas pode variar devido ao número de dias úteis de cada mês.

Dados

 Leia mais mais sobre o tema neste artigo no site do Jus.com.br.

  • Rendimento
    Explicando de forma simples, o funcionário não produz 100% do tempo em que está na empresa, porque existem tempos ociosos (pausa para necessidades, movimentações, interrupções no processo).
    Para o cálculo foi utilizado o percentual de 85%.

Dados

Leia mais sobre o assunto no artigo Anatomia da produtividade de Ivan José de Mecenas Silva do site da scielo.br.

 

Utilizando os dados acima, podemos montar a fórmula como na imagem abaixo. Dessa forma determinamos o custo de mão de obra por cada embalagem selada, neste exemplo R$ 0,12.

Exemplo de Calculo Mão de Obra por Embalagem

Como otimizar o tempo de produção da sua empresa?

Para otimizar o processo de produção de uma empresa, é preciso conhecer como esse processo funciona. Por isso, é importante fazer o mapeamento de toda a produção da sua indústria.

Além disso, é importante identificar as atividades que fazem parte desse processo, considerando os seus objetivos e todos os detalhes envolvidos. 

Ao mapear esses dados, é importante também validar essas informações e, assim, identificar o que não está funcionando. Algumas perguntas que você pode fazer para elaborar, então, resoluções são, por exemplo:

  • É possível eliminar atividades desnecessárias?
  • O que é necessário fazer para evitar as falhas e desperdícios?
  • Os profissionais entendem seu papel dentro da escala de produção?
  • É possível automatizar processos?
  • Como deixar o público final mais satisfeito?

Entenda como a INOBAG pode te ajudar

A inobag pode te ajudar de diversas formas nesse processo. Veja 3 formas que ela pode oferecer otimização para o seu negócio.

Aumento de produtividade

A Inobag possui a solução completa para a automação no processo de embalagem de produtos, sendo 5 vezes mais rápido que o normal.

Redução de custo

Mais produtividade e, consequentemente, menos gastos. A máquina de embalar reduz o custo da mão de obra no processo e melhora o fluxo de casa desde o primeiro mês da implementação.

Retorno de investimento

A redução da mão-de-obra com o ganho de produtividade compensa o aumento com a nova embalagem e paga o investimento inicial.

Conclusão

Nesse artigo você conseguiu entender mais sobre como funciona o custo da mão de obra, como é possível calcular, inclusive na construção civil e ainda, como otimizar em diversos setores.

Postagens relacionadas