Picking e Packing: Qual a diferença e Como otimizar o processo?

picking e packing
Por Thiago Schoba
11/11/21

Se você acompanha nosso blog, você deve saber o quanto a logística é importante para a otimização de processos. No entanto, a logística envolve uma série de atividades importantes que se desdobram, como é o caso do picking e packing.

Essas duas atividades, partes muito importantes da cadeia de suprimentos, são essenciais quando o assunto é agilidade para selecionar, embalar e encaminhar os produtos até os seus destinos finais.

Considerando isso, está na hora de aprender mais sobre picking e packing. Nesse artigo vamos explicar os conceitos e diferenças entre eles, bem como você pode otimizar essas atividades dentro da sua empresa. Boa leitura!

Picking e Packing: Qual a diferença e Como otimizar o processo? - Picking e Packing: Qual a diferença e Como otimizar o processo?

O que é picking e packing?

Em primeiro lugar, é muito importante esclarecer os conceitos de picking e packing dentro da indústria. Esses termos servem para definir grupos de tarefas que ocorrem dentro dos centros de distribuição.

Picking

O picking nada mais é do que o processo de separação dos produtos que serão encaminhados ao consumidor final. O principal objetivo desse processo é garantir que o cliente receba o exato pedido que foi feito.

Essa etapa envolve atividades de planejamento prévio, coleta ou extração da mercadoria, além da verificação e preparação do pedido para sua expedição.

O processo de separação ou de picking pode ser feito de diversas formas (que iremos detalhar mais a frente), sendo elas:

  • Picking por lote;
  • Picking por onda;
  • Picking por zona;
  • Picking discreto.

Packing

O packing, por outro lado, diz respeito ao momento de empacotamento do produto de acordo com a acomodação adequada dos produtos para a sua unitização.

Embora seja vista como uma tarefa simples, é essencial, afinal, é ela quem oferece a manutenção da qualidade do produto.

Considerando isso, o packing envolve algumas atividades como a seleção do tipo de embalagem e empacotamento, a verificação final em relação ao modelo, quantidade e peso, bem como a etiquetagem do produto para que ele possa ser despachado.

Importância do picking e o packing na logística

importância picking packing

O picking e o packing costumam ser tarefas consecutivas e bastante relacionados. Ambas se configuram como elementos muito importantes da logística, pois são elas que garantem que o pedido correto chegue em boas condições para o consumidor final.

Ou seja, o picking e o packing interferem diretamente na experiência do cliente com a empresa. Por isso, tornam-se uma peça chave para garantir a satisfação de quem consome e pode voltar a consumir essa empresa.

Ao mesmo tempo, essas duas atividades, quando bem elaboradas, são essenciais para evitar retrabalhos, avarias e devolução, que irão refletir em maiores gastos para a empresa.

Quais são os métodos de separação do picking?

O picking, como falamos, é a etapa de separação dos produtos. Ela pode ser feita a partir de diferentes metodologias, por isso, iremos falar sobre os vários tipos de picking que existem.

Picking por lote

O picking por lote, também chamado de batch picking, é um dos métodos que foca em realizar um conjunto de ordens ao mesmo tempo, isto é, faz a separação por lotes.

Ou seja, nessa metodologia, um funcionário responsável vai aguardar por um acúmulo de pedidos e, assim,  recolher todos os produtos de uma só vez. O objetivo desse formato é justamente reduzir o número de deslocamentos e, assim, o tempo dos operadores.

Picking por zona

Já o picking por zona, como o nome sugere, acontece pela separação dos operadores em zonas, que terão diferentes categorias de produtos, nas quais eles irão coletar e separar os pedidos.

Nesse modelo, os colaboradores só irão separar os produtos que estão delimitados na zona específica para, em seguida, repassar o pedido para a zona seguinte consecutivamente.

Picking por onda

O picking por onda ou wave picking é semelhante ao picking por zona, no entanto, a diferença é que ocorre em um determinado tempo ou turno. A ideia é evitar o acúmulo na expedição.

Cada colaborador fica responsável por somente um tipo de categoria e seu papel será entregar a quantidade do produto pelo qual é responsável Dessa forma, apenas se passa para o próximo quando essa etapa finaliza.

Picking discreto

Por fim, há também o picking discreto, que é conhecido como picking de pedido. É o tipo mais básico, no qual os produtos se alojam em prateleiras e cada colaborador coleta um produto por vez até completar o pedido em questão.

Esse método demanda um maior deslocamento, uma vez que o operador deve completar toda a ordem de separação para iniciar outro pedido.

Como tornar os processos de picking e packing mais otimizados?

otimizar picking e packing

Agora que você entendeu os processos de picking e packing, você pode estar se perguntando: como esses processos podem ser otimizados? Existem três práticas que podem ajudar nesse processo:

  • Analisar a eficiência dos métodos de picking e packing;
  • Ter processos mais automatizados;
  • Facilidade no processo de embalagem.

Iremos falar sobre cada uma delas.

Analisar a eficiência dos métodos de picking e packing

Em primeiro lugar, você precisa verificar se os métodos de picking e packing estão, de fato, gerando resultados positivos.

Para isso, você deve avaliar se as operações estão sendo subdivididas, bem como deve monitorar o tempo padrão dedicado para realizar cada uma das atividades.

Ter processos de picking mais automatizados

A automação também facilita muito quando o assunto é ganhar tempo. Os processos de picking possuem muitas opções de automatização, como no quesito de deslocamento e transporte.

Agilizar as tarefas mais repetitivas de transferência e manuseio de cargas por meio de transportadores e transelevadores pode ser uma excelente alternativa.

Facilidade no processo de embalagem

Por fim, a automação também pode ser utilizada no processo de packing principalmente para otimizar a etapa de embalagem.

Soluções como máquinas de embalagem industrial, além de reduzir custos, aumentam muito a velocidade dessa tarefa sem perder a qualidade!

Picking e Packing: Qual a diferença e Como otimizar o processo? - Picking e Packing: Qual a diferença e Como otimizar o processo?

Conclusão

Como você pode ver nesse texto, quanto melhor for o picking e packing, melhor será a performance de entrega e maior será o retorno positivo dos consumidores. Por isso, investir em otimizações para esses processos de logística é essencial!

Postagens relacionadas